Music

domingo, 18 de janeiro de 2015

Que Saudade de Você



"Eu sei que o tempo pode afastar a gente, mas se o tempo afastar a gente é porque o nosso amor é fraco demais, e amores fracos não merecem o meu tempo, não mais.

Simplesmente eu sei que tudo que foi importante pra mim, da minha vida se foi, então me fez ser assim, dentro dessa armadura, nessa vida dura, não sou Indiana Jones, então... sem aventura.
Porque só tinha conhecido gente louca e tinha medo de um "eu te amo" sair da minha boca, até que um dia ele saiu e eu gelei, e te olhei; você disse "eu também", e sorriu.
Maluco o suficiente pra gostar de mim, corajoso o suficiente pra ir até o fim, se eu tivesse te desenhado e te encomendado, teria feito exatamente assim. 

Ele me disse: "vai"  - Eu disse: "já vou" - Ele me disse: "volta" - Eu disse: "ôôô" - Ah, que saudade de você, debaixo do meu cobertor...

Eu sei que sobre nós tudo é sempre complicado, mas um dia vai se descomplicar, pode acreditar.
Te dei meu coração, você cuidou tão bem, que agora quero entregar meu corpo pra você também.
Hein, me diz se eu tô errado, mina, mas algo me diz que a nossa vibe combina. Eu tava ali, procurando meu rumo pra seguir, que bom quando eu te vi, tava tudo tão chato por aqui.
Eterno nada é, posso dizer, mas eu vou fazer o possível pro nosso amor ser, um dia a gente vai se ver bem velhinho pelo espelho e eu cantando outra musica pra você. Pois quando a gente se entrega pra vida, a vida só nos devolve coisas boas e ela me deu você e eu vi nessa corrida que, você é só você e pessoas são pessoas.

Eu sei que o tempo pode afastar a gente, mas se o tempo afastar a gente  é porque o nosso amor é fraco demais e amores fracos não merecem o meu tempo."


(Anita & Projota - Cobertor)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.