Music

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Me dê Amor



"Me dê amor como ela, porque ultimamente tenho acordado sozinho, lágrimas de dor escorrendo na minha camiseta disse a você que os deixaria ir, e eu vou lutar pelo meu espaço, talvez eu te ligue hoje a noite depois do meu sangue virar álcool. Não, só quero te abraçar. Me dê um pouco de tempo ou queime isso, vamos brincar de esconde-esconde para virar isto, tudo que quero é o sabor que seus lábios permitem. Minha, minha, minha, minha, oh, me dê amor. Me dê amor como nunca deu antes, porque ultimamente tenho desejado mais, e faz algum tempo, mas ainda sinto o mesmo, talvez eu deveria deixá-la ir. Você sabe que vou lutar pelo meu espaço e que vou te ligar hoje a noite, depois que meu sangue estiver se afogando em álcool. Não, só quero te abraçar. Me dê um pouco de tempo, queimaremos isso, vamos brincar de esconde-esconde para virar isto, tudo que quero é o sabor que seus lábios permitem. Minha, minha, minha, minha, oh me dê amor... Me dê um pouco de tempo, ou queime isso, vamos brincar de esconde-esconde para virar isto. Tudo que quero é o sabor que seus lábios permitem."

(Give Me Love - Ed Sheeran)

Manifesto



"A gente acorda pra vida e não quer sair da cama, a gente abre a ferida na pele de quem nos ama, a gente vive na guerra, a gente luta por paz, a gente pensa que sabe, mas nunca sabe o que faz. A gente nega o que nunca teve forças pra dizer, a gente mostra pro mundo o que se quer esconder, a gente finge que vive até o dia de morrer e espera a hora da morte pra se arrepender de tudo. E todas essas pessoas que passaram por mim, alguns querendo dinheiro, outros querendo o meu fim, e os meus amores de infância e os inimigos mortais, todas as micaretas, todos os funerais. Todos os ditadores e sub-celebridades, farsantes reais encobertando verdades, pra proteger um vazio, um castelo de papel, sempre esquecendo que o mundo é só um ponto azul no céu. Quem é que vai ouvir a minha oração? E quantos vão morrer até o final dessa canção? E quem vai prosseguir com a minha procissão, sem nunca desistir, nem sucumbir a toda essa pressão? No escuro, a sós com a minha voz. Por nós, quem? Quem? Quem? Antes, durante e após desatando os nós, hein? Hein? Hein? Sente no corpo uma prisão, correntes, vendas na visão os caras não avisam, balas não alisam, minas e manos brisam e precisam de mais, mais visão, ter paz, paz. Note que o holofote e o vício nele em si te desfaz, faz menos é mais, e o que segue é a lombra, onde se vacilar os verme leva até sua sombra, cada qual com seu caos, o inferno particular. Tempo, individual e o amor, impopular. Só existe uma maneira de se viver pra sempre, irmão, que é compartilhando a sabedoria adquirida, e exercitando a gratidão, sempre, é o homem entender que ele é parte do todo, é sobre isso que o manifesto fala, nem ser menos e nem ser mais, ser parte da natureza, certo? Ao caminhar na contramão disso, a gente caminha pra nossa própria destruição."


(Manifesto - Fresno)

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Pensando em voz alta


"Quando suas pernas não funcionarem como antes e eu não conseguir te deixar nas nuvens, sua boca se lembrará do gosto do meu amor? Seus olhos vão sorrir até suas bochechas? E, querida, te amarei até termos 70 anos, e, baby, meu coração ainda vai se apaixonar como se tivéssemos 23.
Penso em como as pessoas se apaixonam misteriosamente, talvez só o toque de uma mão, oh, eu, me apaixono por você todos os dias e só quero dizer que estou apaixonado.

Então, querida, agora me leve em seus braços amorosos, beije-me sob a luz de milhares de estrelas, ponha sua mão em meu coração acelerado e estou pensando em voz alta que talvez tenhamos encontrado o amor bem onde estamos.

Quando perder minha cabeça e minha memória falhar e as multidões não se lembrarem do meu nome, quando minhas mãos não tocarem violão do mesmo jeito, sei que continuará me amando da mesma maneira. Porque, querida, sua alma nunca envelhece é sempre jovem baby, seu sorriso estará sempre na minha mente e memória."

(Ed Sheeran - Thinking Out Loud)