Music

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Mar de Solidão




"Todas as noites agora se tornaram um mar de solidão, mas eu sempre te vejo assim, tão alegre. Eu penso ser o único a sofrer nessa história, simplesmente não posso continuar fingindo que não te conheço, e que um dia você não foi minha. Agora o ano está acabando... mas querida, acredite, ele passou tão rápido sem você aqui... eu tenho sentido tanto a sua falta. Muitas vezes esqueço de mim mesmo e acabo esquecendo de tudo que eu te fiz, te machuquei e a fiz chorar. Mas meu amor, essa nunca foi a minha intenção, nunca. Eu adoraria estar com você agora, ou talvez até rindo com você por horas e horas, como costumávamos fazer antigamente. Eu tenho certeza que eu a amo demais e chegaria até aceitar você longe de mim, é claro se isso te fizesse feliz, faria qualquer coisa por você."

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.