Music

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Pâne no Sistema, alguém me desconfigurou.


"Um caos, vivendo por viver? estar por estar seja onde for? por nada? (crise existencial). Cada um sabe do seu próprio problema, julgar é muito fácil quando ele não é seu, a intensidade da sua dor (por mais que não pareça) é sempre maior, uma coisa que você pode até tentar "imaginar" mas nunca vai saber. Muitas pessoas devem sentir o mesmo "tenho tudo, mas não tenho nada" porque você pode ter várias pessoas (ou coisas) ao seu redor e não fazer diferença nenhuma; por exemplo: uma pessoa diz que se importa muito com você (diz que faz tudo) e tenta te agradar (da forma mais fútil do mundo) te dando presentes (materiais) esquecendo que a coisa mais importante é a presença, simplicidade e humildade que ela te trata, com respeito e consideração, atenção e sentimento verdadeiro de fazer diferença na sua vida porque ele(a) quer (indepentende de quem seja). As coisas tem estado muito chatas ultimamente, as pessoas estão ignorantes, impacientes, arrogantes, querem  ser melhor do que as outras como se fosse um jogo "mata mata"; é como se elas tivessem esquecido o valor das coisas, se tornaram cegas, frias, vazias, só vêem o que querem ver, o que lhe convém, e o resto é resto. Enfim, é como se você tivesse feito tanto esforço pra fazer tudo dar certo na sua vida e na vida delas, sofrido, lutado por algo bom, e pra quê?! por nada. Foi tudo em vão.  O que você diz, faz ou tenta fazer nunca é o suficiente. O que Eu escrevi não é nem metade do que gostaria de escrever, pode não fazer sentido pra você, mas faz muito pra mim. E dói, ninguém reconhecer quem é você, o que você pensa, faz, ou o que tenta fazer. As pessoas parecem pequenas, seguindo padrão (geral), buscando ideais e perfeições que não existem (que na minha opinião, perfeição são as coisas simples) esquecendo de viver e serem felizes. Só lamento.
PS: Tentando me reerguer e lutar, por tudo o que vivo, o que nem vontade da. O mundo e tudo o que há nele é uma decepção. Tô cansada. Cansei..."


Eu mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário